Lâmina X Barbeador Elétrico


Lâmina
versus Barbeador Elétrico

Se há uma coisa que o homem precisa cuidar, entre tantas,  é de sua barba. E por mais que existam inúmeros estilos desde as mais fartas, as “por fazer” e as de rosto limpo, os cuidados também devem se estender sobre lâminas (navalha e gilete) e/ou barbeadores elétricos. Como saber qual o melhor para sua barba e pele? Se é a navalha e/ou a lâmina? Ou se é o barbeador elétrico? É preciso ficar atento na sensibilidade de sua pele e na frequência que você usará esses aparelhos.

Os barbeadores elétricos são mais práticos, mais fáceis e mais rápidos também, pois não precisam de cremes ou espumas, ou seja, você pode utilizar quando estiver no trânsito, e é indicado para quem tem pele sensível. Segundo os especialistas em barbas (os barbeiros), os aparelhos de barbear elétricos são excelentes para fazer o contorno dos pelos grossos e definidos. São considerados melhores que as lâminas e um dos melhores métodos para retirar a barba. O acidente com o corte na pele é nulo. Porém, tem seus pontos negativos. Os barbeadores possuem um sistema que age como uma pinça, ou seja, puxa o pelo para dentro do aparelho e depois o corta mais violentamente do que as lâminas duplas e triplas. A diferença é que nesse caso o pelo está seco e os poros estão contraídos e há a obstrução do orifício do pelo que causa irritação na pele.

As lâminas (diga-se os aparelho descartáveis para barba) são um método muito comum utilizado por ser considerado o mais preciso, deixando a pele lisa e por serem mais acessíveis e tradicionais. Encontra-se aparelhos mais em conta como aparelhos mais caros em mercados e farmácias. Entretanto, é ainda o mais utilizado pela maioria dos homens. Sobre a lâmina é indicado passar a linha de corte na direção em que os fios crescem, mas em  casos que a barba é falhada ou possui poucos pelos, esse corte rente às vezes não fica possível e pode acontecer de encravar os pelos. Com a lâmina é preciso usar um creme ou uma espuma para barbear, para que a pele não fique irritada ou para que você não provoque cortes na pele seca. Os cremes para barbear ajudam a amolecer os fios e facilita o deslizar da lâmina. Porém, você precisa ter cuidado com o seu aparelho. As lâminas também gastam e e quando muito usadas podem aumentar consideravelmente as chances de cortes e irritações na pele, podendo levar a um quadro de vermelhidão no rosto. Para evitar que isso ocorra, note o estado da fita de lubrificação do aparelho e se estiver começando a ficar gasta, troque o aparelho.

As navalhas tem todo um ritual que deve ser seguido. Além da precisão da mão ao rosto, usar navalhas compreende, para alguns homens, um verdadeiro ritual de masculinidade. Entretanto, a maioria nem pensa assim e prefere o barbear com navalhas pela estética e higiene. Esse ritual antigo segue algumas regras: toalha quente, cremes, a direção da lâmina. Em primeiro lugar, deve-se hidratar o rosto com hidratante para que a pele não fique irritada com a lâmina. Depois você deve aplicar uma tolha quente para o barbear ficar mais macio e a pele não sofrer irritações. Ao sinal da toalha começar a esfriar, retire-a e passe uma espuma de barba que deverá estar aquecida também. Apenas misture a espuma de barba com água quente e pronto. Espalhe no rosto e inicie o processo passando a navalha para o sentido que os fios crescem. Após o barbear, aplique de novo uma toalha quente para retirar os resíduos e passe uma loção pós-barba.

São três opções diferentes para você decidir em como cuidar de sua barba. O legal é experimentar todos para ver qual você se adapta melhor.

Compartilhe este conteúdo: